Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

O que o mar nos oferece

Pesca

 

         Na pesca pode-se distinguir dois tipos: pesca desportiva e profissional.

         O pescador desportivo pode aqui efectuar boas capturas de Sargos, Tainhas, Vejas, Garoupas, Bodiões, Pargos, Anchovas, Bicudas, Serras, etc.

         De barco, há a possibilidade de capturar Espadins, Atuns, Tubarões, Espadartes, etc., assim como algumas espécies de fundo, como o Cherne ou o Goraz.

          Na nossa ilha a pesca profissional realiza-se em grande número, esta destina-se ao mercado local, nacional e internacional.

As espécies marinhas mais capturadas são: Bonito gaiado, Chicharro, Patudo, Peixão, Cavala, Goraz, Boca negra, Lula, Safio e Cherne chernote.

 

     Fig. 1 Pesca praticada no Pico 

 

 

                         Observação de baleias

 

A nossa ilha é ponto de encontro dos Cetáceos no Atlântico. A cadeia alimentar rica atrai variadas espécies durante todo o ano, tendo já sido avistadas cerca de 26 diferentes.

         Os Cachalotes estão presentes durante todo o ano, ao passo que as grandes baleias de barbatana passam pela região entre Abril e Junho. Um encontro com a Baleia Azul, o maior animal existente na Terra, é de cortar a respiração! Em todas as viagens de observação marítima é possível encontrar golfinhos.

         Os maiores operadores desta actividade estão situados na Madalena e nas Lajes do Pico!

 

  Fig. 2 Cachalote (Physeter macrocephalus)

 

Mergulho

 

         A nossa ilha oferece os melhore mergulhos dos Açores. Os ilhéus ao largo do Pico, no canal do Faial, são conhecidos mundialmente como o ex-libris dos mergulhadores.

         As espécies de peixe mais frequentes são a Barracuda, o Bonito e o Atum, embora se possam também encontrar espécies locais como a Garoupa, Pargo e Bodião. As formações de lava submarinas são espectaculares, com cavernas, túneis e arcadas.

         A altura do ano mais apreciada para mergulho é a chegada das arraias no mês de Julho.

 

 

Nadar com golfinhos

 

         Os golfinhos são as crianças do mar. Eles adoram nadar e mergulhar em frente e ao lado dos barcos, o que constitui uma experiência fantástica para os observadores.

         Nos últimos anos, as empresas de observação de baleias incluíram no seu programa a possibilidade de nadar com os golfinhos e observá-los debaixo de água. No total, podem ser observadas cinco espécies diferentes, mas também se pode encontrar tartarugas, peixe-sol e raias-manta.

 

        Fig. 3 Golfinho (Delphinus delphis)

 

                          
publicado por futurodirasbaleia às 13:06
link do post | comentar | favorito

.sobre nós

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Área de Projecto de 12º a...

. Feira do Livro "Folhas So...

. Diz ‘Não’ às Drogas"

. V Jornadas Interdisciplin...

. Desenvolvimento sustentáv...

. Entrevista ao Sr. Engenhe...

. Entrevista à Presidente d...

. Notícia: Inauguração do c...

. Entrevista dirigida à pro...

. Desfile de Carnaval

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds